segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

história de um corno

COMO VIREI CORNO

Tudo começo com minha ex mulher com quem fui casado dez anos uma branquinha de cabelos negros olhos castanhos muito bonita e gostosa.
Comecei a ler relatos de cornos na net e percebi que gostava da situação várias vezes ficava imaginando minha esposa sendo fodida por outro e ficava tarado uma noite durante o sexo resolvi contar para ela o que desejava foi um desastre ela parou de tranzar começou a chorar e perguntou se eu não a amava mais eu a tranqüilizei disse que a amava demais e que só era uma fantasia minha mas nunca mais toquei no assunto.
Um dia estava na net lendo relatos e ela perguntou se podia ler junto estava uma delicia de vestidinho curto e sentou no meu colo, logo sentiu meu pau duro e me falou...
__Nossa você fica mesmo tarado lendo isso! Então ela tirou meu pau pra fora e começou a punhetar me dizendo...
__Já imaginou eu fazendo isso em outro pau na sua frente? Chupando assim. Lambendo as bolas assim hummm
Eu nada respondi só acenei com a cabeça então ela tirou a calcinha veio e sentou em cima do meu pau começando a cavalgar e em perguntou...
__Quer mesmo ser corno? Eu só balancei a cabeça positivamente e ela me surpreendeu me falando em voz alta e com tom autoritário.
__Quero ouvir você falar corno que quer sua esposa com outro.
Então eu respondi que sim em voz alta e ela falou...
__Mas vai ser do meu jeito vai fazer tudo que eu mandar sem reclamar
Fiquei preocupado e sem jeito e respondi...
__Tudo o que amor? Não sei não.
__Então não vou fazer ou é do meu jeito ou nada falando isso parou a foda e saiu para a cozinha falando...
__Acaba na mão se quiser...
Fiquei meio atordoado com aquilo e acabei na mão, então passou uma semana e ela estava meio fria evitando tranzar e uma noite decidi aceitar afinal queria mesmo ser corno, estávamos deitados e falei pra ela que aceitava fazer tudo que ela mandasse, seus olhos brilharam e ela me respondeu...
__Então vamos ver se vais ser um bom corno, sai da cama e tira a roupa
Eu obedeci
__Agora abre minha gaveta e escolhe uma calcinha minha.
__Agora coloca minha calcinha corno.
Fiquei meio sem graça quis reclamar, mas ela não deixou e eu havia prometido fazer tudo que ela mandasse, então ela se levantou veio até o guarda roupa colocou um sutiem, um vestidinho dela e um salto alto em mim.
__Agora sim todo corno tem que ser viado também se quer ser corno vai ter que fazer o que eu quiser vem aqui corno viadinho.
E quando me aproximei ela me deu um tapa na bunda e enfiou o dedo no meu cú senti um arrepio doeu um pouco, mas eu estava muito excitado estava gostando e ela enfiando o dedo no meu cu e alando no meu ouvido.
__Quer ser corno filho da puta vai ser seu viado vai ser putinha comigo também senão não dou pra ninguém tá ouvindo, tá gostando né corno. Espera aí
Então ela saiu do quarto e quando voltou estava com um pepino na mão colocou ma camisinha me mandou ficar de bruços lubrificou meu cú com creme corporal e começou a enfiar no meu rabo estava doendo afinal eu era virgem, mas ela foi colocando bem devagar e apesar da dor quando percebi já estava todo enfiado no meu rabo, ela enfiou a mão por baixo e ficou me punhetando acabei gozando muito na mão dela, então ela tirou me mandou virar e me fez lamber toda minha porra da mão dela, naquela noite ela não deixou eu tirar a roupa de mulher me fez dormir vestido de putinha.
No outro dia quando acordei ela já havia saído e tinha deixado um bilhete dizendo que era pra mim esperar ela vestido de putinha eu obedeci .
Por volta das 10h30min ela chegou estava de mini vestido salto alto bem maquiada uma delicia me aproximei dela para dar um beijo então ela me deu um tapa na cara e me segurou pelos cabelos falando.
__Agora você já é corno sente o gosto de porra na minha boca corno filho de uma puta.
Então eu a beijei e senti pela primeira vez o gosto de porra de outro na boca de minha esposa meu pau ficou latejando de duro um tezão enorme, ela tirou a calcinha e enfiou na minha boca
__Agora limpa a porra da minha calcinha corno e você quem vai lavar seu viado.
Eu chupei tudo estava alucinado de tezão quando ela me mandou lamber a boceta dela também, pois estava suja de porra estava louco de tezão em saber que eu era corno, quando pensei que havia acabado após lamber muito a boceta de minha esposa ela me deu outro tapa na cara e me disse ...
__Não acabou ainda não seu corno dei pra cinco caras em um bar
Falando isso tirou quatro camisinhas cheias de porra da bolsa e começou a enfiar na minha boca eu tentei lutar, mas ela me dava tapas na cara me chingando e eu estava gostando acho que só fazia charme rs então ela me beijou louca de tezão com o gosto da porra montou no meu pau e fodeu como louca gozava muito estava tarada e alucinada me chamando de corno e contando tudo que aconteceu no bar mas isso já é outra história rs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário